Cicloturismo - Roteiros Internacionais


A Seledon Turismo oferece diversas opções de roteiros para sua cicloviagem internacional. Atualmente, trabalhamos com pacotes para 11 países, com os melhores roteiros e com pacotes que oferecem a melhor experiência possível em cada destino. 

Nossos roteiros incluem destinos como a bela Toscana e o Lago di Garda na Itália; a famosa Via Cláudia Augusta, que passa pela Alemanha, Áustria e Itália; a turística Alentejo, em Portugal; a histórica Galícia, que passa por Portugal e Espanha; o fascinante roteiro Praga / Viena, visitando a República Tcheca e a Áustria; a histórica e pouco conhecida pelos brasileiros Rota de Napoleão, na França; a Croácia, que atualmente tem sido bastante procurada pelos brasileiros; a cultural e belíssima Costa Brava, na Espanha; a bucólica Borgonha, na França; a pequena e surpreendente Montenegro; a também pouco conhecida Puglia, na Itália; a rústica, porém charmosa Piemonte, na Itália; o deslumbrante norte da Argentina; a imponente e bela Patagônia Argentina, além da bela e surpreendente costa do Uruguai. Boa parte deses pacotes são operados com parceiros especiais, criteriosamente selecionados para que possamos ter a confiança de mantermos o mesmo padrão Seledon de qualidade no atendimento.

Trabalhamos com a opção de Grupos Abertos - onde nós determinamos o roteiro, data, e serviços, e vendemos para todos os interessados em participar do grupo; bem como a opção de Grupo Fechado, onde o cliente determina o roteiro, data, quantas e quais pessoas participam e quais serviços que gostaria de contratar, e nós personalizamos o pacote.
 

Agora é só escolher o roteiro de sua preferência, e agendar conosco: 


 

 

AGENDA

 - Cicloturismo no Sudeste da Toscana - Itália - Outubro 2020


A maioria dos passeios de bicicleta na Toscana visitam a parte norte da região, incluindo Florença, Chianti e Siena. Poucos roteiros de viagens se aventuram fora deste caminho, e é por estes caminhos que vamos explorar o sudeste da Toscana. Igualmente bela, mas menos turística, o sudeste da Toscana é conhecido por suas terras ensolaradas, vilarejos no alto das colinas, e os melhores vinhos tintos da Itália. Pedalar sete dias através de históricas cidades como Montalcino, Pienza e Cortona. Explorar um castelo do século XIV. Você vai visitar vinícolas e provar os vinhos locais, mergulhar nas águas termais quentes em um spa romano. Isso tudo sem falar da gastronomia local, incluindo as deliciosas massas, carne de javali e os saborosos Pecorinos (queijo de ovelha). Vai se divertir numa animada aula de culinária local, preparada com ingredientes frescos e saborosos. Vai se encantar com a receptividade das pessoas e as aldeias tranqüilas. Vamos pedalar de Montalcino a Cortona, rodeados de paisagens bucólicas, imensos campos de trigo e todo romantismo da velha Toscana compondo o cenário da nossa semana. Os emblemáticos Brunellos e uma gastronomia com sabores frescos e intensos estarão à mesa durante nossas refeições.

Programação: 
Data: 12 de outubro de 2020.
Duração do roteiro: 7 dias, 6 pernoites.
Percurso total aproximado: 195 km - Subida acumulada aproximada: 3.123 metros
Nível da pedalada: Moderado

Dia 12 de outubro

Bem vindo a Toscana
Transfer da Estação de Trem Santa Maria Novelle em Florença para a cidade Montalcino, onde iremos pernoitar. Visita a Fortezza de Montalcino. Vamos ajustar as bicicletas e fazer um briefing da atividade.
Distância a percorrer: 28 km - Elevação acumulada do dia: 403 metros.
Refeições: degustação de Brunello e jantar.
Hospedagem: Giglio Hotel: www.gigliohotel.com

Dia 13 de outubro
Seguiremos, de bicicleta, de Montalcino para Sant’Antimo in Colle. E, ouviremos o canto gregoriano na mais bela igreja românica da Toscana.
Distância a percorrer: 35 km - Elevação acumulada do dia: 649 metros.
Refeições: café da manhã e degustação de Brunello.
Hospedagem: Giglio Hotel: www.gigliohotel.com  

Dia 14 de outubro
Pedale em seu próprio ritmo em direção a Pienza, construída por um Papa para representar a cidade renascentista. No caminho, vamos conhecer  Bagno Vignoni, termas usadas pelos romanos e lá degustar um delicioso almoço.
Distância a percorrer: 38 km - Elevação acumulada do dia: 638 metros.
Refeições: café da manhã e almoço.
Hospedagem: Hotel Chiostro di Pienza: www.anghelhotels.it/relaischiostrodipienza 

Dia 15 de outubro
Hoje é dia de Cooking Class e um passeio pela cidadela romântica de Pienza. Aproveite para visitar algumas “queijarias” de pecorino.
Distância a percorrer: 32 km - Elevação acumulada do dia: 452 metros.
Refeições: café da manhã e cooking class seguido de almoço.
Hospedagem: Hotel Chiostro di Pienza: www.anghelhotels.it/relaischiostrodipienza 

Dia 16 de outubro
De Pienza seguimos para o vilarejo circundado por muralhas - Montichiello, onde paramos para almoçar em um charmoso restaurante local (não incluso). Depois do almoço continuamos para Montepulciano, uma cidade conhecida pelo seu vinho vermelho-rubi chamado Vino Nobile.
Distância a percorrer: 24 km - Elevação acumulada do dia: 498 metros.
Refeições: café da manhã e jantar.
Hospedagem: Etruria Resot & Spa: www.etruriaresort.it

Dia 17 de outubro
De bicicleta, vamos para a cidade que ficou famosa por Frances Mayes em seu livro Sob o Sol da Toscana. Situada no alto de uma colina, Cortona é uma vila encantadora, com um ar medieval. No caminho uma parada para um delicioso piquenique.
Distância a percorrer: 38 km - Elevação acumulada do dia: 483 metros.
Refeições: café da manhã, piquenique e jantar.
Hospedagem: Hotel San Michele: www.cortonaluxuryaccommodation.com/sanmichele

Dia 18 de outubro
Após o café da manhã, teremos um tempo livre para caminhar por Cortona e antes de retornarmos a Firenze, iremos parar para almoço na Badia di Coltibuono, uma antiga abadia e um dos melhores restaurantes do Chianti. Após um brinde encerramos a atividade.
Refeições: café da manhã e almoço.
Arrivederci Itália!


Roteiro sujeito a alterações a critério da organização. Condições adversas de tempo não são motivos para cancelamento. Hotéis sujeitos a alteração devido à disponibilidade.

Serviços inclusos:
Hospedagem:
 seis pernoites em acomodações duplas, incluindo os respectivos cafés da manhã.
Carro de apoio: acompanhamento em todo o percurso, com suporte para as bikes e material de reparo rápido para as mesmas.
Traslado das bagagens entre os locais de hospedagens.
Refeições: tres jantares, três almoços e um piquenique.
Bebidas e frutas: água, isotônico, barrinhas  e frutas disponíveis em todo o percurso.
Condutor: condutores capacitados e experientes, acompanhando de bicicleta em todo o percurso, sendo um brasileiro.
*O número de condutores varia conforme o número de participantes. 

Equipamentos: bicicleta própria para o percurso, capacete e garrafa de água.
Traslados: desde a chegada até a partida, em Florença.
Uma aula de culinária.
Visita e degustação de queijos.
Duas degustações de vinhos.

Serviços opcionais:
Hospedagens em acomodações individuais.

Não incluso:
Aéreo.
Bebidas.
Gorjetas aos guias locais.
Seguro viagem (obrigatório) 
Extras nos hotéis (lavanderia, telefone, etc).

Valor: €$ 3.450,00  por pessoa.
Obs: valores acima não incluem impostos – IOF, referência câmbio turismo.

 
Formas de pagamento:
- À vista, ou
- Parcelado - com quitação total até 30 dias antes da atividade.
 
A operação desse pacote será realizada por uma empresa especializada, parceira da Seledon.

VAGAS LIMITADAS
Grupo mínimo de 4 participantes.
Reserva: a reserva somente estará garantida mediante o pagamento e envio da Ficha de Inscrição devidamente preenchida.
Para solicitar a Ficha de Inscrição, ou tirar qualquer dúvida sobre esse pacote, clique aqui.
Para outras datas e/ou roteiros personalizados, entre em contato conosco.
 

A origem de Montalcino, primeiramente etrusca e romana, mais tarde pertenceu aos territórios da Abadia de St. Antimo. Sua localização estratégica na antiga Via Francigena, Montalcino rapidamente adquiriu a estrutura de cidade militar com grandes muralhas, torres numerosas e a bela fortaleza que, apesar dos muitos cercos, nunca foi conquistada. Na Idade Média, a principal atividade econômica era o curtume e Montalcino possuía inúmeras fábricas para o processamento de couro, eram famosos pela qualidade de seus produtos. A Abadia de St. Antimo é um mosteiro situado perto de Castelnuovo dell Abate, dentro da comuna de Montalcino, na província de Siena. Esta é uma das mais importantes obras da arquitetura românica Toscana. Em 1970, a Badia de Sant Antimo serviu para algumas cenas do filme "Irmão Sol, Irmã Lua", de Franco Zeffirelli.


A história de Pienza  está estritamente ligada a de Enea Silvio Piccolomini nascido em Pienza em 1405 e que se tornou Papa em 1458 com o nome de Pio II. Foi ele que quis transformar a sua cidade natal de pequeno feudo (o antigo Castelo de Corsignano é conhecido desde o final do ano de 828) em uma residência papal em estilo renascentista, da qual ainda hoje é possível ver vários edifícios desta época, especialmente a via Rossellino e a praça Pio II.

A pequena cidade de Montepulciano, de passado muito antigo, as origens da cidade remontam aos etruscos, no século IV A.C. Sua notoriedade deve-se também à riqueza de seus excelentes vinhedos, de onde se extrai o Vino Nobile di Montepulciano DOCG. Situada no alto de uma colina, Cortona é uma vila encantadora, com um ar medieval. Depois de conquistada sucessivamente por úmbrios, etruscos, romanos, godos, napolitanos e florentinos, a bela cidade de Cortona, na divisa da Toscana com a Úmbria, viu-se nos últimos anos novamente invadida: desta vez, por leitores de Frances Mayes - autora de Sob o sol da Toscana que transformou Cortona numa parada inegociável no circuito italiano de gente de toda parte do mundo.

Oferecemos uma estrutura com toda a comodidade e segurança de um guia brasileiro acompanhando de bicicleta, e um carro de apoio acompanhando em todo o percurso, transportando suas bagagens, além de água e frutas frescas e materiais para manutenção rápida da sua bike. E se você não estiver muito a fim de pedalar naquela subida mais íngreme, ou o sol estiver muito forte, ou cansou? Sobe no carro de apoio e acompanha o restante do grupo. Está a fim de voltar a pedalar? É só descer e recomeçar...